sexta-feira, Abril 25, 2014

Formação Avançada em Apicultura


Depois do sucesso que tem sido o curso ABzzz… da Apicultura, que já vai na 3.ª edição, o Projecto Raízes aposta num ciclo de formações avançadas em Apicultura para aqueles que querem explorar mais profundamente este mundo. Dirigido a apicultores e participantes com alguma experiência com abelhas, este curso é constituído por 3 módulos:

1º Módulo - DOMINGO, 11 DE MAIO 2014

MULTIPLICAÇÃO DE COLMEIAS E CRIAÇÃO DE RAINHAS
A multiplicação do número de colmeias é uma parte importante de cada operação apícola. Enxames e colmeias novas com rainhas jovens e vitais são imprescindíveis para aumentar o número de colmeias e para substituir colmeias perdidas devido a diversos factores. Permitem ainda renovar, rejuvenescer e melhorar constantemente o material apícola e as colmeias existentes.
Neste workshop abordam-se as diferentes técnicas de multiplicação de colmeias e de criação das rainhas de forma simples e prática. Assim, os participantes podem utilizar estes conhecimentos e aplicá-los nos seus próprios projectos pessoais e/ou profissionais.

2.º Módulo - DOMINGO, 8 DE JUNHO DE 2014

MASTERCLASS: APICULTURA SUSTENTÁVEL
Nos últimos anos, a apicultura convencional tem enfrentado uma crise acentuada. O colapso das colónias, pesticidas, parasitas e enfermidades e as próprias práticas apícolas causam cada vez mais baixas nas abelhas.
Ao mesmo tempo, estamos a assistir a uma grande mudança na apicultura. Uma mudança geracional de apicultores e um acrescido interesse do público geral na apicultura e na importância das abelhas, que seduz cada vez mais as pessoas a entrarem no mundo apícola. Muitos querem tornar-se apicultores, outros até já deram os primeiros passos…
Esta oficina oferece uma perspectiva diferente da apicultura baseada num conceito sustentável, propondo ideias e soluções para encarar os desafios com métodos diferentes (teoria e prática).

3.º Módulo - SÁBADO, 26 DE JULHO DE 2014

CONCEITOS ALTERNATIVOS NO COMBATE À VARROA
O parasita Varroa Destructor é um dos grandes problemas da apicultura actual. Enfraquece as colmeias e pode conduzir à sua morte em pouco tempo.
Os métodos de combate à base de acaricidas químicos e sistémicos estão a chegar ao seu limite, devido ao aumento de resistência do ácaro a estes tratamentos e a possíveis resíduos prejudiciais que ficam depositados na colmeia.
Existe uma variedade de produtos e métodos alternativos, menos tóxicos que não deixam resíduos na colmeia ou nos produtos apícolas e que, dentro de um conceito integrado, apresentam resultados muito eficazes para este problema.
Lamentavelmente no país ainda há pouca divulgação destas técnicas e destes produtos.

INFORMAÇÕES GERAIS

Preçário (acresce IVA)

Um módulo 90,00 €
Dois módulos 140,00 €
Três módulos 155,00 €

Os valores apresentados incluem: 
formação, almoço, documentação, materiais, apoio entre sessões e pós-curso.

N.º limite de inscrições
15 participantes

Horário de formação

9h00 às 17h30, formação teórica e prática 

12h15 às 13h30 Almoço 

Aproximadamente 20 horas de formação.

Inscrições
Possibilidade de inscrição em um, dois ou três módulos.

Por motivos de organização, a participação no curso só se efectiva com o pagamento da inscrição e não serão feitos reembolsos dos pagamentos.

As inscrições devem ser efectuadas por:

E-MAIL cursos@raizes.org

TLM 919 023 458

Data limite para inscrições
4 de Maio 2014

Pagamento
Por transferência bancária, através do NIB:
0036 0137 99100021021 95

Notas
O curso será apenas realizado caso seja atingido um número mínimo de 10 inscrições.

O curso será conduzido em fluente e bem-humorado Português.

sexta-feira, Janeiro 24, 2014

ABZZZ da Apicultura


O mundo das abelhas é fascinante. Antigamente todas as quinta tinham colmeias de forma a usufruir de toda a sua riqueza apícola: polinização, mel, cera, pólen, própolis...
Hoje em dia a maioria da produção de mel é feita por grandes apicultores comerciais e as abelhas encontram-se cada vez mais em declínio e ameaçadas. Facilmente nos esquecemos da importância das abelhas para a nossa alimentação e como podemos ajuda-las a sobreviver perto de nós.
O ABzzz da Apicultura oferece a oportunidade de começar a pratica apicola em meio urbano ou caseiro, de forma simples, sustentável e a um baixo custo. A apicultura é muito mais acessível do que se julga. Não é necessário equipamento sofisticado e caro, e com alguma aptidão pode até construir a sua própria colmeia.

Formador: Harald Hafner

Precário:

Formação c/ almoço................ € 165,00

Pagamento: 

Inscrição.................................€ 90,00
2º Sessão...............................€ 75,00


(incluido no custo encontra-se: formação, materiais, documentação, apoio entre sessões e pós-curso)

Número de inscrições admitidas: 15*

(*o curso será apenas realizado caso seja atingido um número minímo de 10 inscrições)

Horas de formação: 30 horas aproximadamente

Descrição do Curso:

Durante o curso serão abordados todos os conceitos sobre o comportamento e a vida das abelhas assim como todas as técnicas para a sua manutenção. Aprenderá a interpretar as necessidades delas de forma autónoma e a adquirir os conhecimentos essenciais para cuidar das suas próprias colmeias. Igualmente irão ser demonstradas várias alternativas e exemplos sobre como desenvolver a pratica adaptada ás suas necessidades e preferências pessoais.

Calendário:

1ª Sessão: Sábado 15 de Fevereiro 2014
Introdução: O mundo das abelhas, Importância das Abelhas, O que é preciso para começar. Tipos de colmeias, como escolher o apiário e preparar-lo. Primeiros passos com as colmeias.

2ª Sessão: Sábado 15 de Março 2014
A vida da colmeia, Desenvolvimento das abelhas, Acontecimentos dentro da colmeia. Treinar a observação e Manuseamento das colmeias.

3ª Sessão: Sábado 13 de Abril 2014
Manuseamento das colmeias ao longo do ano; Teoria, Manuseamento das colmeias, Multiplicação de colmeias, Enxames e prevenção, controlo corrente da varroa...

4ª Sessão: Sábado 10 de Maio 2014
Doenças, Problemas e soluções, entre outros a Varroa e como ajudar as abelhas durante o ano. Continuação prática com atenção a duvidas e perguntas dos participantes. Pratica individual

5ª Sessão: Sábado 7 de Junho 2014
Introdução à colheita de produtos, (mel, própolis, pólen, cera, apitoxina, geleia real), prova de mel e confecção de produtos. Continuação da manutenção das colmeias, com particular atenção ao produtos.

Inscrições:
Raízes Agricultura e Produtos Biológicos, Lda
Rua de Mira, 72
4410-387 - Gaia

mail: info.raizes@gmail.com
tlmv 91902358

Local de Formação
Casa da Horta
Rua de S. Francisco 12A
Porto

casadahorta@pegada.net
22 202 41 23
96 554 55 19

Raízes
Rua de Mira, 72
Arcozelo

pedro.rocha@raizes.org
telmv 919023458

sexta-feira, Dezembro 13, 2013

Erva uma Vez ...uma entrada na Prova Oral



Ontem escrevi na Página de Facebook: 

"Poucas coisas me dão tanto prazer como estar a ouvir os meus amigos Luís Alves e Patrícia Vilela na Prova Oral. Um momento mítico. Fantástico. 

Fica aqui o Programa...no qual não resisti entrar para homenagear a equipa maravilha que produziu o livro de receitas do momento. 
Luís o agricultor, Patrícia a cozinheira, Pedro o Designer e Nelson o fotografo. A eles a minha homenagem.

Não posso ainda deixar de agradecer a generosidade das palavras do Luís e da Patrícia sobre o trabalho da Raízes. Fica abaixo a Prova Oral para que possam ouvir.

http://www.rtp.pt/play/p260/e137579/prova-oral

segunda-feira, Dezembro 09, 2013

Novas fotos da Quinta

 Aqui está um dos aparadores de relva industriais, com aparelho digestivo equipado para estrumar directamente os nossos campos.

 Estas ervilhas dizem-se de Quebrar, mas não se deixam quebrar pelo frio de inverno e estão a crescer com vigor.

 Brócolo...bela cabecinha

Espinafre, o verdadeiro, o do Popeye...a crescer bem
Um encontro cada vez mais habitual...aqui á que reze por nós.

Aparadores de relva portáteis.

A Razão de lhe chamarem Garça Boieira (Bubulcus ibis)





A Primeira AMAP do Pais



terça-feira, Setembro 24, 2013

CURSO DE FRUTICULTURA - da Instalação à Manutenção do Pomar



CUSTO*
€ 130,00 (Preço s/ IVA)

Modalidade de Pagamento
€ 50,00 na inscrição
€ 50,00 no 1º dia de curso
€ 30,00 na 3º Sessão

* incluído no custo encontra-se: 
formação, materiais, documentação, apoio entre sessões e pós-curso.

Número de inscrições admitidas mínimo 10 e máximo 20 pessoas.

Horas de formação
35 (aproximadamente)

Horário de formação (por sessão)

Componente Teórica 1     9h00 > 12h00
Almoço                        12h15 > 13h30
Componente Pratica 2      14h00 > 17h00

1 - Casa da Horta 
2 - Quinta Raízes

O curso será apenas realizada caso seja atingido um número minímo de 10 inscrições. 

INSCRIÇÕES
Casa da Horta, Associação Cultural
Rua de S. Francisco 12A
4050-548 Porto
e-mail: casadahorta@pegada.net
TEL 22 202 41 23
TLM 96 554 55 19

INTRODUÇÃO
Apresentamos o nosso curso de fruticultura que permitirá a aquisição de conhecimentos teóricos e práticos da fisionomia, desenvolvimento e principais técnicas a implementar, na produção de fruta, com o objectivo de conseguir um equilíbrio entre o bom estado fitossanitário das árvores e a quantidade e qualidade da produção obtida. Serão abordados temas como, a instalação de um pomar, selecção de espécies adequadas às condições de solo e clima do local, análise e preparação do solo como factor fundamental ao bom desenvolvimento das árvores a instalar, a correcta plantação e instalação das árvores ou arbustos, a selecção de árvores ou arbustos de qualidade, a poda de formação, o acompanhamento e manutenção do pomar, a poda de frutificação e as podas anuais de limpeza e arejamento das árvores ou arbustos de fruto instalados. A consciência da importância da implementação de boas práticas culturais com vista à obtenção de bons resultados no pomar é fundamental. Nesse sentido falaremos também sobre a importância da correcta condução e instalação das árvores na qualidade da produção obtida e a importância da poda de frutificação na boa distribuição dos frutos, assim como, na produção regular e uniforme e obtenção de uma relação equilibrada entre a qualidade e a quantidade de produção obtida. Igualmente importante serão as podas correctamente efectuadas para a boa cicatrização dos cortes realizados e redução da susceptibilidade das árvores ao ataque de pragas e doenças. O acompanhamento e controlo fitossanitário das árvores e as principais técnicas de controlo das principais pragas e doenças em modo de produção biológico.

CALENDÁRIO
1ª Sessão Sábado 19 de Outubro 2013
• A selecção das espécies adequadas a instalar em função das características de solo e clima do local;
• A importância da análise das características do solo na correcta instalação do pomar;
• A preparação do solo para a instalação do pomar;

2ª Sessão Sábado 07 de Dezembro 2013
• Todos os cuidados a ter na selecção dos exemplares e na plantação das árvores ou arbustos;
• A importância da selecção do sistema de condução das árvores adequado às características da exploração;

3ª Sessão Sábado 25 de Janeiro 2014
• Os diferentes tipos de podas, as diferentes épocas de execução e a importância da sua correcta execução;

4ª Sessão Sábado 22 de Fevereiro 2014
• Os diferentes tipos de podas, as diferentes épocas de execução e a importância da sua correcta execução;

5ª Sessão: Sábado 19 de ABRIL 2014
• O acompanhamento e controlo das principais pragas e doenças do pomar em modo de produção biológico;

FORMADOR
Daniel Oliveira Magalhães nasceu no Porto em 1977. Formou – se em Engenharia Agrícola pela Universidade de Trás os montes e Alto Douro e em Arquitectura paisagista pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Foi bolseiro Erasmus no Imperial College at Wye , Londres, como prova final de curso desenvolveu um trabalho de investigação em Protecção Integrada “Hosts range and strains compatibility of the mealybug parasitoid Leptomastix epona (Walker) (Hymenoptera: Encyrtidae). Actualmente desempenha actividade profissional na empresa Cirurgias Urbanas Arboricultura e Arquitectura Paisagista Lda.

Formador desde 2005 em diversas empresas e associações nomeadamente na Associação Ambientalista Quercus, leccionando nas áreas de Arboricultura, nomeadamente Poda de Árvores de Fruto, Poda de Árvores Ornamentais e Florestais, Técnicas de Propagação Vegetativa, Sustentabilidade dos Espaços Verdes Urbanos e Métodos de Monitorização de Biodiversidade em Áreas Agrícolas. É portador do CAP (Certificado de Competências Pedagógicas). É sócio da Associação Ambientalista Quercus, sócio fundador da Associação Portuguesa de Arboricultura e sócio da Associação Portuguesa de Espaços Verde

domingo, Maio 12, 2013

Inscrições abertas para Curso de Enxertias



Técnicas de propagação vegetativa

Introdução
O curso de Técnicas de Propagação Vegetativa de Plantas pretende dar aos formandos conhecimentos teóricos e práticos sobre algumas das principais técnicas de propagação de plantas, com particular incidência sobre as técnicas de estacaria e enxertia, de algumas das principais espécies de árvores de fruto, ornamentais e arbustivas. O curso contempla aulas teóricas e práticas que permitirão adquirir e experimentar conhecimentos, relativos às várias técnicas e épocas de execução e aos principais objectivos da propagação de plantas.

O curso contempla aulas teóricas e práticas que permitirão adquirir e experimentar conhecimentos, relativos às diferentes técnicas de propagação vegetativa.

Objectivos principais:
- Divulgar algumas noções básicas de fisiologia de plantas;
- Divulgar as ferramentas mais adequadas a utilizar;
- A importância da selecção de porta enxertos e compatibilidades;
- Dar a conhecer algumas técnicas de propagação vegetativa


FORMAÇÃO 18 E 25 DE MAIO

1º Sessão - 18 de Maio
Casa da Horta - sessão teórica das 09h00 - 12h00
Almoço  das 12h00 - 13h00
Quinta Raízes - sessão pratica das 14h00 - 18h00

2º Sessão - 25 de Maio
Quinta Raízes - sessão pratica das 14h00 - 18h00

Nota Biográfica
Daniel Oliveira Magalhães nasceu no Porto em 1977. Formou – se em Engenharia Agrícola pela Universidade de Trás os montes e Alto Douro e em Arquitectura paisagista pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

Foi bolseiro Erasmus no Imperial College at Wye , Londres, como prova final de curso desenvolveu um trabalho de investigação em Protecção Integrada  “Hosts range and strains compatibility of the mealybug parasitoid Leptomastix epona (Walker) (Hymenoptera: Encyrtidae).

Actualmente desempenha actividade profissional na empresa Cirurgias Urbanas Arboricultura e Arquitectura Paisagista Lda. Formador desde 2005 em diversas empresas e associações nomeadamente na Associação Ambientalista Quercus, leccionando nas áreas de Arboricultura, nomeadamente Poda de Árvores de Fruto, Poda de Árvores Ornamentais e Florestais, Técnicas de Propagação Vegetativa, Sustentabilidade dos Espaços Verdes Urbanos e Métodos de Monitorização de Biodiversidade em Áreas Agrícolas.

É portador do CAP (Certificado de Competências Pedagógicas).
É sócio da Associação Ambientalista Quercus, sócio fundador da Associação Portuguesa de Arboricultura e sócio da Associação Portuguesa de Espaços Verdes

Preço
€ 45,00/pessoa* preço sem IVA 
incluído no custo encontra-se:
almoço, formação, materiais, documentação, apoio entre sessões e pós-curso. Valor sem IVA.
Para confirmação de inscrição deve ser efectuado um pagamento pévio no valor de € 25,00.
Para pagamento por transferência:
NIB 0036 0137 99100021021 95


Local de inscrição
Casa da Horta, Associação Cultural
Rua de S. Francisco 12A
4050-548 Porto

e-mail: casadahorta@pegada.net
TEL 22 202 41 23
TLM 96 554 55 19

quarta-feira, Abril 24, 2013

Workshop: Multiplicação de Colmeias e Criação de Rainhas



Introdução
A multiplicação do número das próprias colmeias é uma parte importante de cada operação apícola. Enxames e colmeias novas com rainhas jovens e vitais são imprescindíveis para aumentar o número de colmeias e para substituir colmeias perdidas devido a diferentes causas, o que permite renovar, rejuvenescer e melhorar constantemente o material apícola e as colmeias existentes.


Descrição do Curso
Esta workshop pretende transmitir as diferentes técnicas de como multiplicar colmeias e dar uma introdução à criação das próprias rainhas de forma simples e prática, permitindo aos participantes multiplicar em casa as suas próprias colmeias com confiança e começar a criar as suas próprias rainhas.

Data
12 de Maio


INSCRIÇÃO


45€ por pessoa

incluído no custo encontra-se:
almoço, formação, materiais, documentação, apoio entre sessões e pós-curso. Valor sem IVA.
Para confirmação de inscrição deve ser efectuado um pagamento prévio no valor de € 25,00.
Para pagamento por transferência: NIB 0036 0137 99100021021 95

Local de Inscrição
Casa da Horta, Associação Cultural
Rua de S. Francisco 12A
4050-548 Porto

e-mail: casadahorta@pegada.net
tel.: 222024123/965545519

Número de inscrições admitidas
15*

Horário de formação
Componente Teórica das 9h00 – 12h00
Almoço das 12h15 – 13h30
Componente Prática das 14h00 – 17h30

* O curso será apenas realizado caso seja atingido um número minímo de 10 inscrições.


Formador
Harald Hafner é natural da Áustria e vive em Magualde onde desde 2007 se dedica às suas inúmeras colmeias espalhadas pela região da Beira Alta.

Desde cedo apaixonou-se pelas abelhas no seus país tornando-se apicultor profissional em 2003 na República Dominicana onde viveu vários anos.

Em 2011 termina o Mestrado em apicultura na escola agrária de Warth na Áustria. Harald Hafner é ainda o responsável das actividades apícolas no Jardim Botânico de Coimbra, onde também é formador.

Harald reúne experiência com abelhas em vários tipos de clima, com diversos tipos de abelhas e colmeias. O seu interesse inclui os habitats das abelhas, a sua importância para a ecologia e a interligação da apicultura com a nossa cultura e alimentação.

A sua curiosidade, capacidade de observação e abertura para novos caminhos, fazem das suas formações uma experiência profunda e animada sobre o mundo das abelhas.




quarta-feira, Abril 10, 2013

SANGUE NA GUELRA



Domingo de manhã, depois de mais uma semana, particularmente intensa, parti em direção a Lisboa para estar presente no evento, Sangue na Guelra, o primeiro evento satélite do Peixe em Lisboa, que teve lugar na Cantina da Estrela (Hotel da Estrela).



No cartaz, três Chefs de Cozinha detentores de estrela Michelin,


Matteo Ferrantino (2 estrelas).

Yoji Tokuyoshi (3 estrelas)

David Jesus (1 estrela)

A ideia do Sangue na Guelra é promover novos talentos da cozinha, dar a conhecer grandes Chefs que trabalham para Chefs ainda maiores e por isso, muitas vezes pouco conhecidos.

Mas Sangue na Guelra não foi um mero evento gastronómico  à mesa encontraram-se produtores que procuram também eles oferecer produtos de grande qualidade.
Produtores que procuram num grande Chef encontrar o parceiro certo para elevar o seu produto ao seu expoente máximo, da mesma forma que o Chef procura encontrar no produtor a qualidade que lhe permita explorar toda a plenitude dos sabores e criar em cada prato uma nova estória.
Sem dúvida a cozinha é uma arte e a Raízes teve o prazer de estar entre os apoiantes deste evento e ver os seus produtos no prato.






Dá vontade de dizer; O requinte do prato está no Chef, mas no prato o requinte está no BIO

Não podemos deixar de agradecer ao Paulo Barata e à Ana Músico que organizaram este evento e também a excelente companhia da nossa mesa.







segunda-feira, Abril 01, 2013

Sangue na Guelra

No próximo fim-de-semana a Raízes foi convidada para mais um evento de excelência

Sangue na Guelra é o primeiro evento satélite do Peixe em Lisboa, que terá lugar nos
dias 7 e 8 de Abril, no restaurante Cantina da Estrela (Hotel da Estrela) em Lisboa.

É um acontecimento gastronómico que quer trazer para o palco principal quem nunca
sai dos bastidores: os cozinheiros de confiança dos grandes Chefs, mas praticamente
desconhecidos do público. São os homens de confiança de Chefs sobejamente
conhecidos, a quem laçámos o desafio para cozinharem em nome próprio.

David Jesus (Portugal, Belcanto, 1* Michelin), Matteo Ferrantino (Portugal, Vila Joya,
2* Michelin), Yoji Tokuyoshi (Itália, Osteria Francescana, 3* Michelin), João Rodrigues
(Portugal, Feitoria, 1* Michelin), Florian Rühlmann (Portugal, Ocean, 2* Michelin) e
Leandro Carreira (Inglaterra, Viajante, 1* Michelin), vão criar dois jantares, com menus
de 10 pratos, feitos exclusivamente a partir dos peixes e mariscos da costa portuguesa.

Mas o Sangue na Guelra pretende ser muito mais do que ‘apenas’ dois jantares
memoráveis. É um encontro entre pessoas extraordinárias que fazem e produzem
coisas igualmente extraordinárias; pessoas criativas, inovadoras e com muita garra!

Profissionais do sector da gastronomia, jovens talentos da cozinha nacional e
internacional, jovens aprendizes e estudantes de cozinha e hotelaria da Escola de
Hotelaria e Turismo de Lisboa, chefes de sala de topo, dos melhores restaurantes
nacionais e internacionais, pequenos produtores, todos os parceiros do evento, marcas
de prestígio internacional. É um espaço para o génio, a criatividade e o atrevimento. Não
fosse isso ter sangue na guelra!

Sangue na Guelra é uma produção Amuse Bouche – Ana Músico e Paulo Barata.